Print Friendly, PDF & Email

Uma habilidade essencial de todo profissional bem sucedido é como aprender a partir da experiência.  Aprender com os erros do passado não é um processo tão fácil ou óbvio, como possa parecer. As pessoas tendem a insistir nos maus hábitos mesmo quando há evidências de que não estão obtendo bons resultados.

Organizações se enredam em atividades contraproducentes e de autoperpetuação de ineficiências, a despeito de sugestões e observações que recebem para a correção de rumos. Falham ano após ano em manobrar com adequação a competição de mercado ou em equacionar seus problemas internos.

A crítica sistemática é uma forma de avaliar ações passadas e construir um plano para fazer melhor no futuro. É um processo objetivo de examinar a conexão causa e efeito. Uma prática comprovada de desenvolvimento de excelência de desempenho individual, em equipe ou Inter equipes.

A crítica sistemática não é um processo fortuito de aprendizagem a partir do erro ou do acerto acidental. É um processo deliberado, intencional e analítico de aprendizagem com foco na experiência vivenciada.

A crítica sistemática também contribui decisivamente para testar a adequabilidade de uma ideia ou de um projeto, a identificar recursos consistentes e a se antecipar na correção de problemas antes que efetivamente ocorram.

É também uma maneira de se certificar se os padrões de desempenho desejados estão sendo alcançados. Permite igualmente a simulação à situação real antes que se transforme em realidade concreta, assim como a examinar experiências anteriores similares na alocação de recursos e na identificação de problemas.

Caso esteja desanimado em como desenvolver trabalhos em equipes, interequipes, ou mesmo de desenvolvimento organizacional, a incorporação da crítica sistemática é um elemento-chave na obtenção de bons resultados. Ela evidencia como reduzir a competitividade interpessoal em busca da colaboração, a como combater atitudes “ganha-perde”, a como exponenciar talentos e a como transformar divergências e desacordos em soluções convergentes no interesse de todas as partes interessadas.

Você encontrará uma variedade incomensurável de aplicações alternativas de resolução de problemas através da crítica sistemática como prática de melhoria de desempenho. A apreensão da crítica sistemática permanente como uma atitude individual e profissional o fará aprender a aprender como uma postura pessoal pelo resto da vida.

Você nunca mais se conformará a “a conviver com situações difíceis” e a “tolerar questões insolúveis de desempenho”. E quase todos os problemas e dificuldades com as quais se confrontará poderão revelar oportunidades visíveis, mas que não são vistas se não houver a aplicação da crítica sistemática como uma atitude pessoal e profissional diante da vida.